Quem Somos Contato
Policial
Série de assassinatos faz mais uma vítima na pequena Arapoti PR
por Daniel costa  |  02/03/2010 às 01h41m - at. 03/03/2010 às 08h33m   |   3287 visualizações

Última vítima foi assassinada com 35 facadas. Segundo o delegado, todos os crimes estão relacionados e a suspeita é que foram cometidos pelo mesmo autor. Onda crimes assusta os 30 mil habitantes.

Os moradores de Arapoti, no Norte do estado, estão assustados com a sucessão de crimes bárbaros que estão acontecendo na cidade de 30 mil habitantes. No sábado (27), um jovem de 22 anos foi morto com 35 facadas e um tiro nas costas. Este foi o terceiro homicídio registrado no mês de fevereiro, em todo ano de 2009 foram duas mortes.

Para o delegado Marcos Paulo Rigon Ubira há uma relação entre todos os crimes. As primeiras investigações apontam que a vítima, Valdenir Carvalho, tinha “uma inimizade” com um dos suspeitos de cometerem os outros homicídios. “Acreditamos que a autoria seja a mesma. Estamos mobilizando todo o efetivo de investigadores, solicitei que um policial que estava de férias e outro de licença voltassem ao trabalho para ajudar na elucidação desses crimes”, afirmou.

Segundo o delegado, a polícia investigará se Carvalho foi vítima de uma emboscada. A hipótese foi levantada já que o corpo dele foi encontrado em um terreno próximo a um local de pouca iluminação e onde quase não há movimentação de pessoas. “Isso dificulta um pouco as investigações, pois os crimes estão sendo cometidos em locais escuros e onde não há testemunhas. Neste caso, acreditamos que a vítima ainda tentou reagir, pois havia ferimentos que mostravam que ela tentou se defender”, disse.

Onda de crimes

O primeiro crime foi registrado no dia 10 de fevereiro, quando Everson Saraiva, conhecido como Ervinho, morreu esfaqueado por um adolescente de 17 anos. A morte de Saraiva desencadeou outro homicídio sete dias depois. Bruno Lemes de Lima, 19 anos, foi encontrado morto no centro de Arapoti com a carótida cortada. Lima era amigo do adolescente que assassinou Ervinho.

Um terceiro crime aconteceu em 20 de fevereiro também está relacionada a onda de violência. A vítima, que não teve o nome revelado, foi encontrada nos escombros de uma clínica médica abandonada. Ele foi atingido por 32 facadas e, apesar do estado grave, resistiu e permanece internado no hospital. O delegado informou que, assim como Bruno, a vítima era amiga do adolescente acusado de ter cometido o primeiro assassinato.

O delegado não descartou a possibilidade de que possam ocorrer novos crimes na cidade.

por Daniel costa



veja também
Tentativa de fuga cinematográfica por pouco não acaba em tragédia em Cambará
Comprou cobra pelo Sedex, mas quem entregou foi a polícia
Jacarezinho: PM apreende crack na Vila Silas

"Uma razão para que Deus tenha criado o tempo é para que houvesse um lugar para enterrar os fracassos do passado." ( Autor Desconhecido )
Página Principal | Todas as Notícias | Galeria de Fotos | Quem Somos | Fale Conosco
    2004-2014 © TaNaCidade.com - Todos os direitos reservados